Adido espanhol é assassinado em Bagdá

Homens armados, uma deles fazendo-se passar por um clérigo xiíta, mataram o adido militar espanhol, José Antonio Bernal Gómez, em sua residência em Bagdá, nesta manhã. Segundo outro diplomata espanhol, que não quis ser identificado, um homem completamente vestido de preto, bateu à porta do espanhol, que desconfiando, saiu correndo da casa, recebendo vários disparos de homens que estavam em um carro de cor escura.O Ministério das Relações Exteriores da Espanha disse que Bernal Gómez era um sargento da Força Aérea e que trabalhava para o Centro de Inteligência da Espanha, já estando há dois anos em Bagdá. Ele é a segunda vítima espanhola da violência que domina o país desde a derrubada do regime de Saddam Hussein.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.