Administração Obama cogita vender caça a Taiwan

TAIPEI, Taiwan, 18 - A administração do presidente Barack Obama pela primeira vez levantou a possibilidade de vender aviões caça a jato para Taiwan, ajudando a reparar o déficit em poderio militar aéreo em relação à China. Se o movimento se concretizar, pode enfurecer Pequim, que considera a ilha seu território. A China chama todas as vendas estrangeiras de armamentos de interferência.

Agência Estado

28 de abril de 2012 | 13h12

Em carta datada de sexta-feira, o assistente da Casa Branca Rob Nabors afirmou ao senador do Partido Republicano John Cornyn, do Texas, que o Pentágono avaliaria formas de compensar o vácuo armamentista entre Taiwan e China, "inclusive por meio da venda de um número indeterminado de aeronaves feitas pelos Estados Unidos a Taiwan". As informações são da Associates Press. (Equipe AE)

Mais conteúdo sobre:
EUATaiwanObamaaviões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.