Adolescente afegã relata meses de tortura nas mãos de marido e sogros

Sahar Gul, de 15 anos, teve unhas e cabelo arrancados por se recusar a se prostituir.

BBC Brasil, BBC

30 de dezembro de 2011 | 10h18

AVISO: Este vídeo contém imagens muito fortes

Um vídeo obtido pela BBC mostra as marcas das terríveis torturas sofridas por Sahar Gul, uma adolescente afegã de 15 anos de idade.

Ela se casou há cerca de sete meses - quando tinha apenas 14 anos - com um homem de 30, que, juntamente com seus pais e irmãos torturaram a jovem por meses a fio e ainda fizeram-na passar fome.

O caso veio a público depois que a polícia afegã conseguiu resgatar a adolescente, que havia sido trancada em um porão sem janelas, no porão da casa de seus sogros.

Ela teve unhas e tufos de cabelo até mesmo pedaços de sua pele arrancados com alicates.

A jovem contou que foi submetida às torturas após ter se recusado a se prostituir.

Entidades de direitos humanos dizem que atos de violência contra mulheres são comuns no Afeganistão. Somente no segundo semestre de 2011, foram registrados 1.026 casos.

No ano passado, a cifra foi ainda mais elevada, com 2.700 incidentes. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.