Adolescente de 13 anos morre baleado em novo protesto de torcida no Egito

Um adolescente de 13 anos morreu e 23 pessoas ficaram feridas na cidade mediterrânea de Port Said, no Egito, durante confronto entre torcedores e a polícia na madrugada de ontem. O local é a mesmo em que, em 1.º de fevereiro, 74 pessoas morreram no confronto entre torcedores do Al-Ahly, do Cairo, e do Al-Masry, equipe local.

O Estado de S.Paulo

25 Março 2012 | 03h08

No dia 15, a Procuradoria egípcia acusou 75 pessoas de homicídio e negligência - entre elas 1 chefe de segurança e 8 policiais, por terem estimulado o confronto. Suspeita-se que a polícia usou a briga para vingar-se de choques com torcedores da capital durante a deposição do ditador Hosni Mubarak.

O confronto de ontem ocorreu após o anúncio da suspensão do Al-Masry de competições por dois anos. Torcedores foram barrados pela polícia quando tentavam tomar a sede da companhia que controla o Canal de Suez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.