Adolescente era ligado a terrosistas, diz premiê

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou ontem que o adolescente Berkin Elvan, de 15 anos, que morreu na terça-feira após ser ferido na cabeça durante protestos contra o governo, no ano passado, era ligado a "organizações terroristas". O comentário , feito durante comício no sudeste do país, pode aumentar ainda mais a tensão política na Turquia. A morte de Elvan, após nove meses em coma, causou as mais graves manifestações de rua contra o governo de Erdogan desde junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.