Adolescente francês morre de vaca louca

Um adolescente francês que estariasofrendo da variante humana da doença da "vaca louca" faleceudepois de perder sua habilidade de falar, andar e respirar.Arnaud Eboli, de 19 anos, faleceu ontem depois de enfrentar adoença cerebral por mais de 2 anos, de acordo com a Associaçãoda Vítimas da Doença Creutzfeldt-Jakob, variante humana daencefalopatia espongiforme bovina (EEB). A morte de Eboli marca a terceira fatalidade da doença naFrança. Em todos os casos, as vítimas consumiram a carnecontaminada. No Reino Unido, onde a doença foi identificada em1995, 90 pessoas já morreram. Os médicos diagnosticaram a doençaem Eboli em dezembro de 1999, quando os resultados da biópsia emsua amígdala mostraram traços de uma proteína infecciosa - prion-, que normalmente é encontrada nas pessoas que sofrem dadoença. O mal só pode ser confirmado através da biópsia detecido cerebral, que normalmente é feita depois da morte. A família de Eboli foi uma das 2 que abriu um processo emnovembro acusando autoridades francesas, britânicas e da UniãoEuropéia (UE) de não terem agido rápido o suficiente para acabarcom a doença da vaca louca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.