Abbas Momani/AFP
Abbas Momani/AFP

Adolescente palestino morre durante incursão israelense na Cisjordânia

Arkan Mizher, de 15 anos, foi baleado no peito por soldados de Israel; exército diz que operação combatia ataques palestinos contra forças de Israel

O Estado de S.Paulo

23 Julho 2018 | 04h39

JERUSALÉM - Soldados israelenses mataram um adolescente palestino durante uma incursão em um campo de refugiados na Cisjordânia nesta segunda-feira, 23, informa o ministério da Saúde da Palestina. Israel afirma que forças militares combatiam ataque palestino e não confirmou mortes ou feridos entre os militares.

Segundo as autoridades de saúde palestinas, Arkan Mizher, de 15 anos, foi baleado no peito por forças israelenses durante confronto no campo de refugiados de Dheisheh. Outra vítima foi ferida por fogo na perna. 

Em pronunciamento, o exército de Israel afirma que as forças armadas foram deslocadas para o local após uma série de ataques palestinos. "Durante uma incursão, foi registrada uma reação violent dos palestinos, que lançaram pedras, artefatos incendiários e granadas contra os soldados", informam as forças israelenses. Dois palestinos foram detidos sob suspeita de participar dos ataques e esconder armas em um armazém. 

O campo de refugiados de Dheisheh é uma parte da Cisjordânia que se encontra sobre controle total da Autoridade Palestina, presidida por Mahmoud Abbas. O local é alvo de constantes incursões israelenses com objetivo de prender "suspeitos" que promovem confrontos envolvendo jovens palestinos.

Apesar do aumento das tensões entre Israel e manifestantes palestinos na Faixa de Gaza, a região da Cisjordânia tem registrado períodos de relativa calma nas últimas semanas. //REUTERS, AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.