Adolescente sobrevive a voo de cinco horas escondido no trem de pouso

Garoto de 16 anos viajava da Califórnia ao Havaí e contou ter fugido de casa

O Estado de S. Paulo,

21 de abril de 2014 | 10h21

Garoto é levado para hospital após ser encontrado em aeroporto - Foto: AP

Um adolescente que fugiu de casa sobreviveu a um voo de cinco horas no compartimento do trem de pouso de um avião Boeing 767 que chegou a 11.582 metros de altitude e fazia o percurso Califórnia - Havaí, disse o FBI, polícia federal dos Estados Unidos, nesta segunda-feira, 21.

O jovem de 16 anos não teve a identidade revelada e é de Santa Clara, na Califórnia. Ele perdeu os sentidos no início do voo porque as temperaturas no compartimento caíram para -63.ºC, informou o agente do FBI Tom Simon.

Cerca de uma hora depois do pouso do avião no Havaí, na manhã do domingo 20, o garoto recobrou a consciência e apareceu andando desorientado na pista do aeroporto de Maui, onde foi visto pela equipe de terra. "Parece um milagre. Não parecia haver nenhum tipo de equipamento especial", afirmou Simon.

O menino disse às autoridades que fugiu de casa, pulou uma cerca no aeroporto de San Jose, na Califórnia, cruzou a pista e se escondeu no compartimento do trem de pouso do voo 45 da Hawaiian Airlines. "A história confere" e não foram feitas acusações contra ele, disse Simon, do escritório do FBI em Honolulu.

O garoto foi entregue a autoridades locais de assistência à criança e um exame médico revelou que ele não sofreu ferimentos. "Nossa maior preocupação agora é o bem estar do garoto, que teve uma sorte imensa de ter sobrevivido", declarou a Hawaiian Airlines em comunicado./ EFE e REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
CalifórniaHavaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.