Adversários do Taleban confirmam morte de seu líder

O legendário adversário dos talebans afegãos, o comandante Ahmad Shah Massud, morreu em um hospital no norte do Afeganistão em razão dos graves ferimentos recebidos no atentado de que foi vítima no domingo passado."(Ele) morreu esta manhã (15) na província de Takha", disse o chanceler da coalizão dos grupos afeganes que combatem os talebans, Abdullah Abdullah. Os funerais serão celebrados neste domingo.Nos últimos dias sucederam-se várias versões sobre a sorte do chamado "Leão de Panshir". Divulgou-se sucessivamente que ele estava em estado grave, em coma e também que havia morrido, mas várias fontes negaram esta última notícia. Neste sábado foi divulgada a nota oficial sobre sua morte.Ocidente perdeNascido em 1953, Massud morreu no momento em que a oposição e o Ocidente mais necessitavam dele. A Aliança do Norte, dirigida por Burhanuddin Babbani, está integrada por numerosos grupos étnicos, mas sua força militar é composta quaseque exclusivamente pelos homens de Massud. Além disso, o popular comandante se tornou a personalidade pública mais aceita no Ocidente.Rabbani, o líder político da aliança e presidente do Afeganistão reconhecido pela ONU (foi deposto pelos talebans em 1996), designou para o lugar de Massud o general Mohammad Fahim, velho companheiro de armas de Massud.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.