Advogado de suposto terrorista recebe ameaça de morte

O advogado que representava um cidadão canadense libertado da prisão militar dos EUA em Guantánamo disse que abandonou o caso, e outros semelhantes, após receber ameaça de morte. Rocco Galati disse que a ameaça foi gravada em sua secretária eletrônica na terça-feira, e que a ameaça está ligada a seu cliente, Abdurahman Khadr, que foi solto em outubro e processa o governo dos EUA por ter sido enviado, contra sua vontade, ao Afeganistão.O advogado disse que não trabalhará mais com casos de segurança nacional, incluindo Khadr e seis outros ?Estou à beira das lágrimas, pois isso significa que... a lei não significa nada?, disse, acrescentando que a polícia não lhe ofereceu proteção. A ameaça gravada diz: ?O que é isso, de você trabalhar com o terrorista... Agora você está ... morto?.Khadr ficou detido por mais de um ano em Guantánamo, depois de ter sido capturado no Afeganistão em novembro de 2001. Filho de um suposto patrocinador financeiro da Al-Qaeda, Khadr disse a jornalistas que não foi terrorista, mas que passou três meses num ?acampamento ligado à Al-Qaeda?, declaração que causou furor na mídia canadense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.