Advogado é favorito em eleição na Geórgia

O advogado Mikhail Saakashvili, de 36 anos e educado nos EUA, éo candidato favorito nas eleições presidenciais de hoje naGeórgia, ex-república soviética situada no Cáucaso, no sudesteda Europa. As eleições foram convocadas depois que centenas demilhares de pessoas saíram às ruas de Tbilisi, em novembro,exigindo a saída do presidente Eduard Shevardnadze, acusado deter fraudado as eleições parlamentares. Shevardnadze renunciouem 23 de novembro. Ex-ministro da Justiça de Shevardnadze,Saakashvili deixou o cargo em protesto contra a corrupção noEstado e depois liderou o movimento de oposição que forçou arenúncia do presidente, na chamada "revolução do povo"As pesquisas indicam que ele terá mais de 80% dos votos, dezvezes mais do que seu rival mais próximo, Temur Shashiashvil,ex-governador de uma província do país. O debate concentrou-sena elevada corrupção e pobreza e no separatismo em duas regiões.Outros três advogados, um ex-governador e o chefe de umaentidade de defesa dos deficientes disputam a presidência, maspraticamente não têm chance. "Estas eleições são totalmenteprevisíveis. Ninguém tem dúvida da vitória de MikhailSaakashvili", disse Archil Gegeshidze, um analista da FundaçãoGeorgiana para Estudos Estratégicos e Internacionais.Embora o resultado pareça certo, a eleição será acompanhada deperto no Ocidente, na Rússia e nos países vizinhos porque aGeórgia fica numa região conflituosa (o Cáucaso) e em seuterritório passará um oleoduto que ligará reservas do Mar Cáspioaos mercados consumidores ocidentais. O investimento no projetoé estimado em US$ 2,7 bilhões. Além do mais, foram as evidênciasde fraude nas eleições parlamentares, comprovadas porobservadores internacionais, que levaram à "revolução do povo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.