Advogado ferido por vice-presidente dos EUA está bem

O advogado Harry Whittington, de 78 anos, ferido no sábado pelo vice-presidente dos Estados Unidos, Dick Cheney, em uma caçada, está "muito estável". Cheney atingiu Whittington acidentalmente com um tiro de escopeta. O incidente aconteceu em um rancho próximo à cidade de Corpus Christi, no sul do Texas, onde ambos caçavam codornas.O advogado foi atendido primeiro pela equipe médica que acompanhava o vice-presidente e depois foi levado de ambulância ao hospital Christus Spohn. "Sua situação não é crítica, nem grave. É estável neste momento. Descansou bem ontem à noite", disse o administrador do centro hospitalar, Peter Banko.A proprietária do rancho, Katharine Armstrong, foi testemunha do acidente e relatou que Wittington se uniu ao grupo de caçadores sem anunciar-se previamente, não seguindo o procedimento adequado nestes casos para evitar imprevistos.Em um certo momento, Wittington apareceu no ângulo de tiro de uma codorna que apareceu de repente e Cheney efetuou um disparo sem perceber a presença do advogado.Partes de pedaços do cartucho disparado pelo vice-presidente atingiram o lado direito do rosto, do ombro, do peito e do tronco de Whittington, segundo Katharine.O vice-presidente visitou o ferido no domingo, antes de retornar a Washington, e declarou que estava contente de ver o bom humor do advogado.A filha do advogado, Sally Whittington, explicou ao jornal The Dallas Morning News que o rosto de seu pai parece "como se tivesse catapora".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.