Advogados contestam processos contra aliados de Saddam

Grupos de defesa dos direitos humanos e advogados afirmam que o sigilo em torno das audiências investigativas contra membros do antigo regime de Saddam Hussein ameaçam afetar a legitimidade do processo.O primeiro-ministro interino, Ayad Alaui, surpreendeu a muitos ao anunciar os julgamentos de vários aliados de Saddam antes do esperado, ainda que uma data nunca tenha sido marcada. Depois, um juiz fez um anúncio igualmente inesperado ao dizer no sábado que os acusados de alto nível haviam sido interrogados.O fato de o interrogatório de acusados ter se dado antes das eleições de 20 de janeiro tem levantado a suspeita de que os processos foram adiantados para reafirmar a figura de Alaui."Não há transparência e tudo é misterioso", disse o advogado do ex vice-primeiro-ministro Tariq Aziz, um dos principais aliados de Saddam.Al-Yjyi deu poucos detalhes sobre as audiências, mas disse que advogados acompanharam os acusados. A data exata das audiências não foi anunciada com antecedência e jornalistas não foram convidados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.