Advogados de Saddam apelam de sentença de morte

Os advogados de Saddam Hussein apelaram neste domingo da sentença de morte imposta ao ex-ditador iraquiano, por causa da onda de repressão contra os curdos, lançada durante sua ditadura, informou o porta-voz do Alto Tribunal do Iraque, Raid Juhi.No último dia 5 de novembro, cinco juízes iraquianos condenaram Saddam e dois integrantes de sua equipe à morte por enforcamento. O ex-ditador foi condenado por ter comandado o massacre de 148 pessoas, no povoado de Dujail, ao norte de Bagdá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.