Advogados ingleses exigem fim da ofensiva militar

Os bombardeios liderados pelos Estados Unidos no Afeganistão estão proporcionando "uma propaganda de vitória diária" aos terroristas responsáveis pelos atentados de 11 de setembro contra Nova York e Washington, afirmou nesta terça-feira um grupo de advogados do governante Partido Trabalhista britânico. "A dor e o sofrimento de vítimas inocentes nos Estados Unidos não podem ser respondidas pelos bombardeios e pela fome de pessoas igualmente inocentes no Afeganistão", afirmaram os advogados durante uma sessão na Casa dos Comuns (parlamento). Eles exigiram o fim imediato da ofensiva militar, que conta com a participação da Grã-Bretanha, no Afeganistão. "Os ataques no Afeganistão estão causando a fuga de milhares de pessoas de suas casas e proporcionando uma propaganda de vitória diária aos terroristas, além de causar um número substancial de mortos e feridos", disse o grupo. Leia o especial

Agencia Estado,

16 Outubro 2001 | 20h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.