Advogados vão à Líbia coordenar defesa de Saddam

Três advogados jordanianos que dizem representar o presidente deposto do Iraque, Saddam Hussein, partiram para a Líbia com o objetivo de coordenar a ação dos membros de uma equipe de profissionais interessados em defender o ex-ditador. Ziad al-Khasawneh explicou à Associated Press que a visita de dois dias tem como objetivo "coordenar a estratégia de defesa do presidente Saddam com a filha do líder líbio Muamar Khadafi". Aicha Muamar Khadafi, uma professora de direito de pouco menos de 30 anos, disse aos advogados que participará da equipe de defesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.