Aeromoça é punida após sexo no avião com Ralph Fiennes

A companhia aérea australiana Qantas despediu nesta segunda-feira uma aeromoça por ter mantido relações sexuais com o ator britânico Ralph Fiennes no banheiro de um avião no mês passado.Fiennes foi o protagonista do filme O Jardineiro Fiel, do diretor brasileiro Fernando Meirelles, e esteve no Brasil em 2005 para divulgar a produção.A companhia aérea anunciou a demissão uma semana após suspender o emprego e o salário de Lisa Robertson, de 38 anos, acusada por membros da tripulação de ter violado as normas internas ao entrar no banheiro do avião junto com Fiennes, no vôo que fazia a rota no dia 24 de janeiro entre Darwin e Mumbai (Índia).Robertson inicialmente negou os fatos, mas este fim de semana reconheceu ao jornal britânico "The Mail" que manteve sim relações sexuais com o ator no banheiro do avião e depois em seu hotel na Índia.Membros da tripulação tinham denunciado que a auxiliar de vôo manteve uma conversa com Fiennes quando o ator se sentou junto a ela durante seu tempo de descanso, no espaço destinado às aeromoças, e posteriormente foram juntos ao banheiro.A aeromoça assinalou ao jornal britânico que não se sente orgulhosa do que fez e que não foi um "comportamento adequado", mas disse que não se arrepende de nada.Também apontou que lhe surpreendeu que o ator não utilizasse preservativo, algo que qualificou de "perigoso e hipócrita", levando em conta que Fiennes, quem tinha atuado no Festival de Artes de Sydney, se dirigia à Índia para participar de uma campanha a favor da vítimas da aids.Os representantes do ator britânico sustentam que foi a aeromoça que seduziu Fiennes, e não o contrário, como afirma Robertson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.