JIJI PRESS / JIJI PRESS / AFP
JIJI PRESS / JIJI PRESS / AFP

Aeroporto alagado no Japão será parcialmente reaberto nesta sexta

Três dias após passagem do tufão Jebi, o mais forte a atingir o país nos últimos 25 anos, terminal voltará a operar voos domésticos ainda nesta semana

O Estado de S.Paulo

06 Setembro 2018 | 03h07

TÓQUIO - O Aeroporto Internacional de Kansai, em Osaka, no oeste do Japão, reabrirá parcialmente nesta sexta-feira, 7, após ser alagado durante a passagem do tufão Jebi, o mais forte a atingir o país nos últimos 25 anos. O terminal é localizado em uma ilha artificial e, após o desastre, foi fechado após milhares de passageiros ficarem ilhados.

Os voos domésticos serão retomados nesta sexta enquanto as conexões internacionais serão restabelecidas nos próximos dias, informou o porta-voz do governo, Yoshide Suga. 

O tufão Jebi, o mais forte a atingir o Japão desde 1993, deixou onze mortos, centenas de feridos e provocou danos a casas, prédios e infraestruturas do oeste japonês, incluindo o Aeroporto de Kansai. O terminal está localizado em uma ilha artificial e, além de ter ficado alagado, os passageiros ficaram ilhados após um navio petroleiro colidir com a ponte de acesso ao aeroporto. Mais de 3 mil pessoas tiveram que passar a noite no local, sem acesso à energia elétrica, até o governo providenciar ônibus e balsas para o resgate.

O aeroporto de Kansai é o terceiro terminal mais movimentado do Japão, atrás somente dos dois localizados em Tóquio, e registra 400 voos e cerca de 78 mil passageiros, em média, todos os dias. Além disso, o aeroporto também é um importante hub de transporte de mercadorias no país. //AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.