REUTERS/Stringer
REUTERS/Stringer

Aeroporto de Cabul é reaberto para voos domésticos após retirada americana

Terminal ainda opera sem radares ou sistemas de navegação, o que ainda torna inviável sua reabertura para viagens internacionais

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de setembro de 2021 | 10h37

CABUL - O Aeroporto de Cabul, palco da retirada de civis e militares americanos do Afeganistão nas últimas semanas, foi reaberto neste domingo, 5, depois de passar por reparos feitos por técnicos enviados pelo governo do Catar. A medida é mais um passo importante no controle do país pelo Taleban

O terminal começou a operar voos domésticos, mas ainda sem radares ou sistemas de navegação, o que ainda torna inviável sua reabertura para viagens internacionais. 

Essas viagens são importantes para viabilizar voos humanitários e a saíde de refugiados do país. Apesar do retorno do aeroporto ao controle civil, o Taleban ainda enfrenta dificuldades para consolidar um governo no Afeganistão. No sábado, o grupo voltou a adiar a apresentação de um gabinete, cuja composição poderia dar pistas sobre como serão os próximos anos no Afeganistão.

Uma explicação para este atraso pode ser a situação em Panshir, um dos últimos focos de oposição armada ao novo regime. Um antigo reduto antitalibã, este vale fica a cerca de 80 quilômetros ao norte da capital e é de difícil acesso.

Desde segunda-feira (30), quando as últimas tropas americanas deixaram o país, o vale é palco de combates entre o grupo e a Frente Nacional de Resistência (FNR). / WP e AFP

Tudo o que sabemos sobre:
TalebanAfeganistão [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.