Aeroporto de Varsóvia é esvaziado após ameaça de bomba

Funcionários encontraram uma bagagem suspeita no terminal. Bombeiro disse que ameaça foi feita por telefone

O Estado de S. Paulo

30 de dezembro de 2015 | 13h06

VARSÓVIA - O aeroporto Modlin, nos arredores da capital polonesa, Varsóvia, foi esvaziado nesta quarta-feira, 30, após funcionários encontrarem uma bagagem suspeita e o local ter recebido uma ameaça de bomba pelo telefone, disse um bombeiro do aeroporto.

A bagagem estava dentro do terminal, a uma longa distância da pista, disse o bombeiro Mariusz Kwasniewsk.

À tarde, o aeroporto foi liberado e autoridades constataram que se tratava de um trote.

Inaugurado em 2012, Modlin é o segundo mais importante de Varsóvia e recebe entre 4 mil e 7 mil passageiros por dia. Até o momento, só conta com voos operados pela Ryanair, com destinos como Londres, Bruxelas e Paris. /EFE e REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
PolôniaVarsóviabombaameaça

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.