Aeroporto de Yogakarta reabre parcialmente após o terremoto

O aeroporto de Yogakarta, no sul da ilha de Java, retomou hoje suas operações para vôos comerciais de linhas aéreas nacionais, o que facilitará o trânsito após o devastador terremoto de sábado, que matou mais de 5.000 pessoas.O principal obstáculo da operação humanitária nas últimas horas tem sido a distribuição de medicamentos e outras ajudas básicas às vítimas, ainda que os primeiros vôos tenham começado a aterrissar nas pistas de Adi Sutjipto no domingo.Antes do terremoto de 6,2 graus de magnitude, o aeroporto de Yogakarta atendia a cerca de 40 vôos e 6.300 pessoas diariamente, operações que os aeroportos de Semarang e Solo assumiram nestes últimos dias.As áreas mais afetadas pela catástrofe são Bantul, com 3.082 vítimas mortais, e Klaten, com 1.672, segundo dados das equipes de resgate em Yogakarta. Mais de 2.000 feridos graves permanecem internados nos hospitais, que já começaram a receber medicamentos e reforços médicos.O presidente Susilo Bambang Yudhoyono, transferiu temporariamente seu escritório para Yogakarta para controlar de perto as operações humanitárias e de reabilitação, segundo a agência de notícias Antara. A comunidade internacional, como já fizera após o maremoto de 26 de dezembro de 2004, que matou mais de 220 mil pessoas, se concentra em ajudar a Indonésia, com ajuda financeira, material ou pessoal especializado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.