Aeroportos brasileiros têm segurança reforçada

A Infraero divulgou hoje uma nota oficial informando que adotará medidas de segurança nos aeroportos que administra em razão da guerra no Golfo Pérsico. Segundo o documento, as medidas atendem recomendação do Departamento de Aviação Civil (DAC) e são compatíveis com a geopolítica da região, de acordo com a postura do governo federal de defesa da paz. A Infraero informa que as medidas de segurança poderão eventualmente causar transtornos e inconvenientes.É a seguinte a nota da Infraero:"Em razão do estado de guerra que envolve nações em todo o mundo, a Infraero informa que, em cumprimento às recomendações do Departamento de Aviação Civil (DAC), está adotando nos aeroportos que administra medidas de segurança compatíveis com a geopolítica de nossa região, de acordo com a postura do governo federal de defesa dos interesses da paz.Essas ações estão sendo empreendidas em coordenação com a Polícia Federal, empresas de transporte aéreo e outras entidades que desenvolvem atividades ligadas à aviação civil. O objetivo é manter intenso controle e vigilância dos aeroportos.A Infraero informa que as medidas adotadas poderão eventualmente vir a causar transtornos e inconvenientes para os passageiros, usuários dos aeroportos e população em geral". Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.