Aeroportos britânicos voltam a fechar devido a nuvem de cinzas

Espaço aéreo de várias regiões vão fechar neste domingo, 16. Aeroportos de Londres permanecem abertos

BBC Brasil, BBC

16 Maio 2010 | 07h30

  Breu. Nuvens de cinzas vulcânicas voltam aos céus europeus. Foto: Ingolfur Juliusson/Reuters

 

  Os aeroportos em diversas partes do Reino Unido fecharão neste domingo, 16, devido às nuvens de cinzas vulcânicas que ainda pairam sobre a Europa.

A agência de aviação civil britânica Nats anunciou que o espaço aéreo ficará fechado em partes do país entre as 13h e 19h no horário local (9h e 15h no horário de Brasília).

Na Inglaterra, os aeroportos fecharão nas regiões de Manchester, Liverpool, Doncaster, Humberside, Carlisle, East Midlands e Prestwick (Escócia). Nenhum dos aeroportos de Londres foi afetado pela medida, e os voos continuarão operando normalmente na capital britânica.

Todos os aeroportos da Irlanda do Norte fecharão, assim como os terminais em Isle of Man, Prestwick e nas ilhas escocesas.

Na Irlanda, o aeroporto de Dublin permanecerá aberto. Mas em outras partes do país, alguns voos não puderam partir.    

 

Previsão

A agência de aviação civil recomenda que os passageiros consultem suas companhias aéreas antes de sair de casa.

A Nats usa dados do departamento de meteorologia do governo para decidir onde o espaço aéreo deve ser fechado. As previsões mais recentes indicam que a nuvem de cinza vulcânica poderia se espalhar ainda mais pelo Reino Unido na segunda e na terça-feira.

"Infelizmente, de novo, a mistura de atividade vulcânica e sistemas climáticos conspiraram para trazer a nuvem de cinzas vulcânicas em direção ao Reino Unido", disse Jonathan Astill, da agência de aviação do país.

A nuvem deve chegar a Londres na terça-feira, mas acredita-se que ela não estará mais sobre o espaço aéreo britânico no dia seguinte.

No mês passado, as cinzas expelidas por um vulcão na geleira de Eyjafjallajokull, na Islândia, provocaram o fechamento do espaço aéreo em diversos países da Europa.

Milhares de voos foram adiados e cancelados, gerando um caos aéreo no continente e prejuízos para as companhias aéreas.   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.