Aeroportos da Rússia reforçam medidas de segurança após atentado

Sistemas de transporte russos são alvo comum de ataques de rebeldes do Cáucaso

estadão.com.br

24 de janeiro de 2011 | 15h15

MOSCOU - O órgão de segurança de transportes da Rússia, o Rostransnadzor, anunciou nesta segunda-feira, 24, que todos os aeroportos do país foram instruídos a reforçar as medidas de segurança nos terminais, incluindo a revista de passageiros nas entradas dos locais.

 

Veja também:

linkAtentado em aeroporto de Moscou deixa ao menos 31 mortos

linkLíderes mundiais expressam apoio à Rússia após atentado em Moscou

linkMedvedev adia viagem a Davos e promete 'perseguir e punir' responsáveis

mais imagens Veja imagens do atentado

 

As instruções são dadas no mesmo dia em que um aparente atentado terrorista matou ao menos 35 pessoas no aeroporto de Domodedovo, o mais moderno da Rússia. O ataque elevou os alertas de terrorismo e fez o governo deslocar a polícia de Moscou para outros terminais e para as estações de metrô.

 

"Medidas urgentes para prevenir ataques terroristas em complexos de transporte devem ser tomadas", anunciou o Rostransnadzor nesta segunda, segundo a agência de notícias russa RIA Novosti.

 

Os sistemas de transporte da Rússia são constantes alvos de rebeldes islâmicos do Cáucaso. Em 2004, dois homens entraram em dois aviões e detonaram seus explosivos, matando 90 pessoas. O ano passado, duas mulheres-bomba realizaram um atentado no metrô de Moscou e mataram 39 pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.