Aeroportos voltam a funcionar em clima de nervosismo

O maioria dos aeroportos dos Estados Unidos funcionou nesta sexta-feira em clima de nervosismo e alerta máximo, no segundo dia de atividades depois dos ataques terroristas em Nova York e Washington.A Administração Federal de Aviação (FAA), que regula o setor no país, ordenou rígidas medidas de segurança. Entre elas, a busca por qualquer instrumento que pudesse servir de arma na bolsa dos passageiros. A ação acabou provocando filas e atrasos. As duas empresas aéreas que tiveram aviões seqüestrados - American e United Airlines - reduziram suas operações a poucos vôos programados. Entre os aeroportos que continuam fechados estão alguns considerados importantes para o tráfego aéreo local.Nessa lista incluem-se o Logan, de Boston, de onde saíram dois dos aviões seqüestrados, e o Aeroporto Internacional Reagan em Washington, que foi impedido de funcionar por causa da proximidade com o Pentágono e a Casa Branca. Os três aeroportos da região metropolitana de Nova York - Kennedy, La Guardia e Newark - reabriram nesta sexta. Eles estavam fechados desde a terça-feira, dia do atentado terrorista às torres gêmeas do World Trade Center. Em Boston, passageiros que esperavam embarcar nesta sexta tiveram de voltar. Nas proximidades do Logan, policiais informavam que o aeroporto continuava fechado, apesar de as atividades aéreas já terem sido reiniciadas em outras partes do país. De acordo com os responsáveis pela operação do aeroporto, ainda falta implementar algumas medidas de segurança exigidas pela FAA.As companhias que usam o Logan tinham também de se comprometer a seguir as novas normas, que incluem até deixar um guarda armado em cada vôo doméstico. Passageiros que estavam no Kennedy, em Nova York, ficaram ainda mais assustados depois que agentes entraram num avião e detiveram algumas pessoas. Era só um alarme falso e todas acabaram sendo soltas. Em Atlanta, policiais vestidos com roupas no estilo militar e levando pistolas patrulhavam os corredores do Hartsfield, o mais movimentado aeroporto do mundo, pelo segundo dia consecutivo.Em períodos normais, partem do aeroporto cerca de 2.500 aviões diariamente. Esse número, porém, ainda está distante de voltar a ser atingido. De acordo com a FAA, os controladores de tráfego aéreo registraram 1.700 vôos pela manhã. Normalmente, o número fica em torno de 4 mil. Ainda segundo o órgão, 423 dos 451 aeroportos já estão oferecendo serviços regulares, depois de as autoridades se certificarem de que tinham tomado todas as medidas de segurança exigidas. No final da tarde, também foi autorizada a maioria dos vôos privados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.