Afeganistão adia eleição em meio à onda de violência

Em meio a uma crescente onda de violência, as eleições gerais previstas para setembro no Afeganistão serão adiadas devido a uma "disputa entre autoridades eleitorais e partidos políticos", disse nesta quarta-feira um alto funcionário da administração afegã à Associated Press. Farooq Wardak, um alto funcionário do tribunal eleitoral afegão, disse que o grupo não conseguiria chegar a um acordo até sexta-feira, "último dia do prazo para que o governo consiga realizar eleições em setembro".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.