Afeganistão investiga ataques contra escolas

As autoridades afegãs investigam uma série de ataques, com foguetes e incêndios criminosos, lançados contra escolas a oeste da capital, Cabul, informa um porta-voz da ONU. Não há notícias de feridos.Os ataques, na província de Wardak, ocorreram na noite da última quinta-feira e na sexta de manhã. Foram confirmados pela agência da ONU para a infância, o Unicef, que visitou a área hoje, informa o porta-voz Edward Carwardine. ?Não sabemos o motivo disso?, afirmou Carwardine. ?É lógico que há muita preocupação. Qual quer ataque contra crianças deve ser condenado completamente?.Os incidentes são apenas os mais recentes numa série de agressões inexplicadas a escolas no Afeganistão. O governo islâmico do Taleban, derrubado pelos EUA na campanha de bombardeios do ano passado, proibia meninas de ir à escola. Carwardine disse que três das quatro escolas atacadas eram de meninas e a quarta, mista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.