Afeganistão 'investiga' proposta de reconciliação do Taleban

Militantes islâmicos podem negociar com governo afegão caso Cabul apresente oferta formal de diálogo

Associated Press e Agência Estado,

11 de setembro de 2007 | 10h18

O governo afegão está investigando uma declaração de um representante do Taleban segundo a qual a milícia fundamentalista islâmica estaria disposta a engajar-se em negociações com Cabul, disse Humayun Hamidzada, porta-voz do presidente do Afeganistão, Hamid Karzai.No domingo, Karzai reiterou a disposição do governo de negociar com o Taleban. Na segunda-feira, Qari Yousef Ahmadi, que identifica-se como porta-voz da milícia em contatos com a imprensa, disse que os militantes analisariam a possibilidade se houvesse uma oferta formal de conversações."O governo afegão, especialmente o presidente, manifestou em diversas ocasiões que as portas para a reconciliação estão abertas", disse Hamidzada. "Soubemos do anúncio do Taleban pela mídia. Estamos investigando isso", prosseguiu.Ainda segundo ele, o governo também está disposto a analisar uma eventual oferta do Taleban e os combatentes interessados em buscar uma "solução pela paz" não serão detidos se aparecerem.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.