Afeganistão manda repórter do 'NYT' sair do país em 24 horas

Procuradoria-geral afirmou que Matthew Rosenberg não cooperou com uma investigação 

O Estado de S. Paulo

20 de agosto de 2014 | 10h32

CABUL - O Afeganistão deu 24 horas para o repórter do jornal americano The New York Times Matthew Rosenberg deixar o país por não cooperar com uma investigação, informou a procuradoria-geral nesta quarta-feira, 20.

Rosenberg foi convocado pela procuradoria-geral a prestar depoimento na terça depois que o jornal publicou uma reportagem sobre planos de autoridades afegãs de formar um governo interino se o impasse sobre a eleição presidencial não fosse resolvido logo.

O correspondente, que está há três anos no escritório do NYT em Cabul, disse que a procuradoria-geral ainda não entrou em contato com ele diretamente sobre a ordem para deixar o país. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoNYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.