Afeganistão pode proteger Omar em troca de paz

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, afirmou neste domingo que pode "fazer qualquer coisa" para proteger o líder foragido do Talebã Mullah Mohammad Omar em troca de paz.Karzai disse a repórteres que pode oferecer proteção, mesmo se isso significar desafiar os parceiros internacionais do Afeganistão, que poderiam removê-lo de seu cargo ou deixar o país."Se eu ouvir de Omar que ele quer vir para o Afeganistão ou fazer uma negociação de paz, eu, como presidente do Afeganistão, farei qualquer coisa para oferecer-lhe proteção", declarou Karzai. "Se eu disser que quero dar proteção a Omar, a comunidade internacional tem duas escolhas, remover-me de meu cargo ou deixar o país." Mas o presidente acrescentou que seu governo ainda não está pronto para fazer tal oferta a Omar, que liderou o governo do Talebã de 1996 a 2001 e é procurado pelos Estados Unidos, que oferecem milhões de dólares para quem o entregar. "Tenho que ouvir da liderança do Talebã que eles querem trazer a paz ao Afeganistão. Eles precisam provar isso", disse Karzai. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.