Afeganistão se dispõe a fazer mediação entre Estados Unidos e Irã

O governo do Afeganistão mostrou novamente sua disposição para fazer a mediação entre os Estados Unidos e o Irã sobre o polêmico programa nuclear de Teerã, informou nesta terça-feira a imprensa local.Em declarações à imprensa, Karim Rahimi, porta-voz do presidente afegão, Hamid Karzai, disse que "o Afeganistão sempre quis ver os problemas da região resolvidos através de negociações ajustadas às normas e parâmetros das leis internacionais"."O Afeganistão está disposto a ter um papel para resolver as disputas ou reduzir os desacordos, se for solicitado", acrescentou.Estas declarações aconteceram depois que o novo ministro das Relações Exteriores afegão, Rangin Dadfar Spanta, disse à rádio RFE/RL Free Afghanistan que seu país está preparado para fazer a mediação na crise sobre a rejeição de Teerã em interromper seu programa de enriquecimento de urânio.O Irã, que tem uma conhecida postura anti-americana, insiste em que seu programa nuclear tem fins apenas pacíficos, mas os EUA e alguns países ocidentais estão convencidos de que Teerã pretende se tornar uma potência atômica, por isso são contra o programa.Rahimi também informou que Karzai viajará em breve ao Irã para se reunir com o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, e outros altos cargos de seu governo, mas não especificou nenhuma data.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.