Afeganistão: tropas matam 60 e confiscam 92 mil quilos de drogas

A operação, que conseguiu a apreensão do "maior carregamento" de drogas até o momento no Afeganistão, começou na última terça-feira

EFE

23 de maio de 2009 | 06h30

O comando militar americano no Afeganistão anunciou neste sábado a morte de 60 supostos insurgentes, após quatro dias de ofensiva do Exército afegão e das tropas internacionais no sul do país, onde os militares também confiscaram aproximadamente 92 mil quilos de drogas.

 

A operação, que conseguiu a apreensão do "maior carregamento" de drogas até o momento no Afeganistão, começou na última terça-feira, na cidade de Marjeh, na província de Helmand, informou em comunicado o comando dos Estados Unidos no país.

 

Loy Cherah, área onde a operação se desenvolve, é considerado um reduto dos talibãs e um dos pólos de armazenamento e processamento de droga da província de Helmand, onde são cultivados 90% do ópio do Afeganistão.

 

"A operação de quatro dias perturbou gravemente um dos principais redutos para narcóticos e operações dos insurgentes no sul do Afeganistão", disse em comunicado o porta-voz da Coalizão Greg Julian.

 

Os combates das tropas afegãs e internacionais contra os talibãs são frequentes no sul do país, principalmente em Helmand e na província vizinha de Kandahar, onde se encontram as principais ortificações da insurgência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.