Afegão mata americano na sede da CIA em Cabul

Um funcionário afegão do governo dos EUA matou ontem a tiros um americano e feriu outro na sede da CIA em Cabul. O atirador foi morto por seguranças. Desde março de 2009, foram registrados 20 incidentes envolvendo forças afegãs ou insurgentes em uniforme. Pelo menos 36 estrangeiros morreram nesses ataques. A Otan informou, ontem, que 800 soldados americanos reforçarão o treinamento de policiais e militares afegãos, para quem a responsabilidade sobre a segurança do país será transferida até 2014.

O Estado de S.Paulo

27 Setembro 2011 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.