África tem mais duas mortes por Ebola confirmadas

Autoridades de Saúde anunciaram duas mortes por Ebola no oeste da África, fazendo crescer o receio de que o surto da doença ainda não esteja sob controle. As mortes aconteceram em Serra Leoa e em uma área da Guiné distante do epicentro da crise, que teve início na região de Macenta.

AE, Agência Estado

26 Maio 2014 | 17h21

Em Serra Leoa, foi o primeiro caso confirmado da doença, mas, de acordo com o jornal local, há outras dez mortes ainda não confirmadas suspeitas de terem sido provocadas pelo Ebola. De acordo com um pronunciamento no rádio do diretor de Prevenção e Controle de Doenças, Amara Jambai, o caso confirmado aconteceu próximo à fronteira com a Guiné.

Além da morte desta segunda-feira em Telimele, na Guiné, 270 quilômetros distante de Macenta, outros dois casos aguardam confirmação. Em Macenta, são seis casos suspeitos. Além disso, 86 pessoas estão sob observação, suspeitas de terem sido expostas à doença.

A Guiné foi o país que registrou a maior parte das 170 mortes por Ebola durante o surto. Houve algumas mortes na Libéria e agora pelo menos uma em Serra Leoa. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ÁFRICA EBOLA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.