Aftosa mata 18 crianças e infecta 41 mil na China

A doença da febre aftosa matou 18 crianças e infectou outras 41 mil na China até agora em 2009. A doença parece mais disseminada do que em anos anteriores, com quase o dobro de pessoas infectadas em comparação ao mesmo período de 2008. Cerca de 94% dos infectados em 2009 têm menos de cinco anos de idade. Segundo um porta-voz do Ministério da Saúde, as autoridades estão aumentando os esforços de prevenção e conscientização para lidar com a doença.

AE-AP, Agencia Estado

27 de março de 2009 | 15h09

Dados do Ministério da Saúde mostram que a China teve cerca de 80 mil casos de febre aftosa e 17 mortes causadas pela doença em 2007.

A mídia estatal relatou que nos primeiros meses de 2008 a doença infectou 27 mil pessoas e matou dúzias, sendo que a província central de Anhui foi a mais afetada, com 26 mortes. Segundo Li Xinwang, médico do hospital Ditan, o período em que a doença mais se dissemina é maio ou julho. Ele atribuiu o elevado número de casos no começo do ano a "flutuações dramáticas na temperatura", o que ajudou a espalhar o vírus da doença, principalmente em áreas rurais onde condições sanitárias são ruins e há pouco cuidado com a saúde.

De acordo com Vivian Tam, porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS) na China, o aparente aumento na ocorrência da doença pode ser em parte atribuído à maior conscientização. "Uma razão para o número ter crescido este ano não é necessariamente porque existem mais casos, e sim porque há mais relatos dos casos do que antes", disse ela. Alguns dos sintomas da doença são febre e aparecimento de bolhas. Embora seja mortal em alguns casos, a febre aftosa é geralmente amena e os infectados costumam se recuperar rapidamente.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinafebre aftosa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.