Agência diz que 'terroristas' atacaram gasoduto na Síria

A agência estatal de notícias da Síria afirmou que um "grupo terrorista" explodiu um gasoduto em uma região rica em petróleo no leste do país. O incidente aconteceu nesta segunda-feira cerca de 30 quilômetros ao norte de Deir el-Zour, o que causou a perda de 1,5 milhão de metros cúbicos de gás, de acordo com a agência.

AE, Agência Estado

31 de dezembro de 2012 | 12h17

Segundo as notícias, um oficial do Ministério do Petróleo disse que a estação alimentava usinas de eletricidade e fábricas de fertilizantes. Além disso, a autoridade declarou que engenheiros estavam reparando o vazamento de gás.

Chamados de terroristas pelo governo, os rebeldes que buscam derrubar o regime do presidente Bashar Assad têm atacado repetidamente a infraestrutura petrolífera da Síria em um esforço para sabotar as finanças do governo. Na semana passada, ele alegaram ter tomado o controle do campo de petróleo de Al-Tanak, também no leste da Síria.

Ativistas opositores ao regime afirmam que mais de 45 mil pessoas já foram mortas desde o começo do levante em março de 2011. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Síriaataquegasoduto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.