Agência nuclear da ONU não aplica sanções contra o Irã

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) informou que não adotará, pelo menos por enquanto, medidas contra o Irã, apesar de ter expirado hoje o prazo para que o país demonstre que seu programa atômico tem fins pacíficos. De acordo com a agência, não houve tempo hábil para analisar os documentos entregues por Teerã. A AIEA, subordinada à ONU, havia imposto um prazo para que o Irã provasse à comunidade internacional que não está desenvolvendo armas nucleares. O Irã, que a princípio mostrou-se reticente em ceder às pressões da AIEA, entregou na semana passada vários documentos com informações sobre seu programa atômico. No entanto, a agência ainda não pôde julgar se o Irã cumpriu com as exigências, já que não teve tempo suficiente para analisar todos os papéis, disse à Associated Press a porta-voz da AIEA, Melissa Fleming.A análise da documentação poderá levar ainda algumas semanas. De acordo com Fleming, o processo talvez nem esteja concluído antes de 20 de novembro, quando a junta da AIEA se reunirá para avaliar a situação iraniana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.