Agência vai tentar deter sentimento de repulsa aos EUA

A Casa Branca vai abrir um escritório de diplomacia global para difundir no mundo uma imagem positiva dos Estados Unidos e deter o sentimento crescente de aversão ao país. A decisão foi tomada pelo presidente norte-americano, George W. Bush, com o objetivo de manter de forma permanente o esforço de comunicação de seu governo em tempos de guerra. A informação foi publicada nesta quarta-feira no jornal The New York Times, citando fontes da Casa Branca e do Departamento de Estado. A abertura do escritório está na fase preliminar, tendo em vista a falta de recursos, de estrutura, de pessoal e de alguém para dirigir a agência. Sabe-se que o diretor deverá coordenar as ações do Departamento de Estado, do Pentágono e de meios de comunicação, como a rádio Voice of America. O novo escritório também deverá colocar os jornalistas estrangeiros baseados em Washington em contato com as novas idéias. Deverá ainda garantir que eles possam compreender as decisões tomadas pelo governo dos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.