Agenda democrata do Senado dos EUA inclui imigração

A maioria democrata do Senado americano divulgou na quinta-feira uma agenda com os 10 projetos prioritários que serão submetidos ao debate neste ano. Entre as prioridades está as leis de imigração e as normas éticas do Congresso.Segundo a lista distribuída pelo escritório da líder dos democratas senadora Harry Reid, o tópico número um se refere as normas éticas do Congresso para que "o governo volte a servir" ao público.O projeto democrata para imigração, que é a nona prioridade, propõe a implementação de ações que encarem o problema de imigração ilegal de forma ampla, além de propor emendas a lei de imigração e nacionalidade para "melhorar a segurança na fronteira, evitar que ilegais cruzem a fronteira e reformar e racionalizar a chegada de imigrantes legais". Esta é a primeira vez que os democratas, que voltaram a controlar as duas Câmaras depois de 12 anos, se pronunciam a favor do debate da reforma de imigração ainda este ano. Alguns especialistas tinham dito que a intenção era abordar o tema em 2008, quando ocorrerá as eleições presidenciais americanas.Os democratas adiantaram que o projeto contempla a possibilidade de dar permissões de trabalho aos imigrantes que tenham mérito pra isso, um benefício que também alcançará suas famílias.Para obter a permissão de residir no país, os imigrantes devem trabalhar por vários anos, submeter-se a revisão de seus antecedentes criminais, estudar inglês e educação cívica, satisfazer suas obrigações tributárias e pagar multas pela permanência ilegal. No país vivem 12 milhões de imigrantes ilegais, cuja legalização foi deixada de lado no ano passado, quando o Congresso aprovou projetos que reforçam a ação policial e determinam a construção de muros até um terço da fronteira com o México.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.