Agente do FBI sabia que estava sendo investigado

Robert P. Hanssen, o agente do FBI detido sob a acusação de ter espionado a favor de Moscou durante 15 anos, deixou uma mensagem em código aos seus contatos russos no dia que em que foi preso. De acordo com o FBI - a polícia federal e o organismo encarregado de promover a contra-espionagem nos EUA - a mensagem deixa claro que Hanssen sabia que estava sendo investigado: ?algo despertou o tigre adormecido? e ainda ?parece que minha utilidade para vocês (russos) chegou ao fim?. O texto acrescentava que ele havia perdido o acesso a informações sigilosas no FBI.Na semana passada, investigadores federais encontraram centenas de cartas e mensagens de computador trocadas entre o agente especial do FBI e seu contato russo, que poderão levar a outros espiões. A Agência Central de Inteligência (CIA) e o FBI já estão investigando se as pessoas mencionadas nos documentos foram recrutadas pelo espião. Hanssen, de 56 anos, também é acusado de ter denunciado pelo menos três agentes russos que trabalhavam para o FBI nos últimos 15 anos, dois dos quais foram sentenciados à morte na Rússia. O ex-agente do FBI foi preso em flagrante no último dia 18 num parque do Condado Fairfax, tentando entregar um saco de lixo cheio de documentos sigilosos a agentes de espionagem russos em troca de US$ 50 mil em dinheiro, deixados noutro parque, em Arlington.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.