Efe/Divulgação
Efe/Divulgação

Agente dos EUA da Imigração é morto a tiros no México

Outro funcionário ficou ferido durante o ataque no estado de San Luis Potosí

Agência Estado

16 de fevereiro de 2011 | 00h06

CIDADE DO MÉXICO - Um funcionário da Agência de Imigração e Aduanas dos EUA morreu depois de ser atacado a tiros na nesta terça-feira, 15, por desconhecidos em uma estrada no México. O outro agente americano ficou ferido, confirmaram as autoridades de ambos os países. O ataque ocorreu por volta das 15 horas locais (perto das 11 horas em Brasília), na principal estrada que liga o norte ao sul do País, no Estado de San Luis Potosí, a cerca de 320 quilômetros ao norte da Cidade do México, disse um porta-voz da Secretaria de Segurança Pública estatal.

Um dos agentes morreu em virtude dos vários ferimentos. Já o segundo funcionário recebeu disparos no braço e na perna e se encontra com um quadro estável", informou a Secretária de Segurança Nacional dos EUA, Janet Napolitano.

Os dois agentes do Serviço de Imigração e Aduanas, vinculados ao escritório da Cidade do México, realizavam uma viagem oficial. A violência relacionada ao narcotráfico tem aumentado, especialmente ao norte do país, desde que o presidente Felipe Calderón lançou uma campanha contra o crime organizado ao assumir o cargo no final de 2006.

Em março do ano passado, três americanos e um mexicano, vinculados ao consulado dos EUA na fronteiriça Ciudad Juárez, foram assassinados. Os EUA apoiam com recursos e treinamento ao México em seu combate aos cartéis de drogas. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.