Agentes franceses prendem suspeitos de ataque a sinagoga

Agentes da inteligência francesa prenderam pelo menos seis pessoas em conexão com um ataque contra uma sinagoga na Tunísia que matou 19 pessoas, informou a polícia da França. A maioria das vítimas do ataque de 11 de setembro em Djerba, Tunísia, era de turistas alemães. O atentado foi atribuído posteriormente à Al-Qaeda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.