Sarah Silbiger/The New York Times
Sarah Silbiger/The New York Times

Agentes são realocados para conter avanço de imigrantes ilegais

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse ainda que os democratas no Congresso "devem ajudar os republicanos"

Leticia Pakulski, O Estado de S.Paulo

07 de abril de 2019 | 11h04

SÃO PAULO - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse no sábado, 6, no Twitter que o país realocou 750 agentes em pontos de entrada específicos da fronteira sul "a fim de ajudar com o aumento em larga escala de imigrantes ilegais tentando chegar aos Estados Unidos". 

"Isso causará atrasos de tráfego e comerciais até que o México seja capaz de usar suas poderosas Leis de Imigração para impedir que imigrantes ilegais cruzem do México para os EUA, e os remova de volta para seu país de origem", afirmou. 

"Até que o México resolva essa migração ridícula e massiva, nos concentraremos na segurança das fronteiras, não nos pontos de entrada", disse Trump.

O presidente dos Estados Unidos disse ainda que os democratas no Congresso "devem ajudar os republicanos (precisamos de seus votos) a acabar com as brechas horríveis, caras e tolas em nossas Leis de Imigração".

"Quando isso acontecer, tudo será tranquilo. Nós nunca podemos permitir fronteiras abertas!", afirmou Trump

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.