Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Agressor de Amã é jordaniano-palestino de um campo de refugiados

O homem que atacou nesta segunda-feira um grupo de turistasocidentais em pleno centro de Amã é um jordaniano de origempalestina, residente no campo de refugiados palestinos de Al Bata,segundo o primeiro-ministro jordaniano, Marouf Bakhit. O chefe do Governo fez tais declarações no Hospital governamentalAl-Bashir, onde visitou os seis feridos - cinco turistas e umpolicial jordaniano - no ataque, que causou também a morte de umcidadão britânico. Bakhit disse que o agressor, que foi imediatamente detido, tem 38anos e perdeu dois de seus irmãos na invasão israelense do Líbano,em 1982. "A Jordânia está pagando o preço de sua posição frente aoterrorismo internacional, mas este ataque não nos afastará de nossalinha", disse o primeiro-ministro. Por sua parte, o ministro do Interior, Eid Al Fayez, qualificou aação de "um atentado terrorista segundo todos os critérios", masacrescentou: "Não achamos que seja uma operação organizada". Al-Fayez disse ainda que seu Governo iniciou uma investigaçãosobre os fatos, para estabelecer em primeiro lugar se existemcúmplices ou se o agressor contou com alguma ajuda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.