Agressor era ''aluno médio''

Tim Kretschmer, de 17 anos, era considerado um aluno "médio" cuja única característica estranha era seu amor por armas e o conhecimento que tinha sobre elas. "Ele tinha o perfil médio de um aluno, não era violento e sua família era completamente normal", afirmou um conhecido que não quis se identificar. "A única característica que chamava a atenção é que ele sabia muito de armas." O pai de Tim é um respeitado empresário da região que faz parte do clube de armas e tem um arsenal com 18 modelos, informou o site da revista Der Spiegel.Depois do massacre de ontem, a polícia revistou a casa do atirador e constatou que uma das armas estava desaparecida. Outras pessoas próximas do agressor afirmaram que ele era tímido e gostava de praticar tiro todos os dias em um bosque. Vizinhos de Kretschmer descreveram o garoto como um aficionado por filmes de terror que jogava tênis de mesa muito bem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.