Agressor sexual invade casa para dobrar roupas

Ao voltar para sua casa acompanhada do noivo no Natal uma moradora de Chicago presenciou uma cena inusitada: viu um desconhecido sentado no chão dobrando suas roupas. O estranho foi identificado pela polícia local como Paul Edge, condenado sete anos atrás por abuso sexual. "Ele estava dobrando meus bustiês esportivos. Disse que estava aqui para lavar a louça", afirmou a vítima. Mas, segundo ela, em vez de pratos limpos, o invasor deixou 15 bitucas de cigarro na cozinha. A fiança de Edge, de 58 anos, foi estabelecida em US$ 125 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.