Ahmadinejad culpa EUA e Israel por problemas internacionais

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, culpou os Estados Unidos e Israel pelos problemas mundiais nesta quinta-feira, 01, durante uma palestra sobre as relações internacionais iranianas em sua visita ao Sudão.Os comentários de Ahmadinejad foram feitos após seguidas críticas do Ocidente sobre o programa nuclear iraniano e em relação aos conflitos que acontecem em Darfur, no Sudão. Além disso, a mídia iraniana divulgou que encontro entre Irá e Arábia deve acontecer.A próxima viagem de Ahmadinejad ao país rival tem o objetivo de amenizar os conflitos na região, incluindo as questões sobre o Iraque e Líbano que vivem tensão por conta de violência sectária.Em sua palestra, que tinha como título "Irã e o Mundo", Ahmadinejad repetiu mais uma vez que não irá abandonar seu programa nuclear mesmo com a pressão dos Estados Unidos.O presidente pediu união com muçulmanos e acusou seus rivais de tentarem privar o Irã de fazer avanços científicos."Nossa força e chance de vitória está em nossa união. Temos que prestar atenção nos demônios que querem nos dividir", disse o presidente iraniano em sua palestra que foi transmitida pelo canal Al-Jazeera Live "Eles querem que a ciência fique sob seu comando, sem que o resto do mundo possa progredir", disse Ahmadinejad, se referindo ao Ocidente que não permite que o Irã continue com programa nuclear.Ahmadinejad chegou a Cartum, capital do Sudão, nesta quarta-feira, 28. O presidente sudanês, Omar al-Bashir, disse que apóia ambições do Irã.A agência de notícias estatal SUNA disse que a visita de Ahmadinejad possibilita a "cooperação entre países e troca de conhecimento científico e tecnológico."Membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e a Alemanha estão discutindo novas sanções econômica contra o Irã com objetivo de que o país interrompa enriquecimento de urânio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.