Ahmadinejad culpa EUA por crise no Oriente Médio

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, pediu um cessar-fogo no Líbano e criticou a política americana para o Oriente Médio nesta quarta-feira, dizendo que os Estados Unidos querem "refazer o mapa" da região com a ajuda de Israel.Para Ahmadinejad, negociações precisam ser levadas a cabo antes que um cessar-fogo seja estabelecido. Ele também exigiu que Israel compense os danos causados ao Líbano e peça desculpas por suas ações. O presidente iraniano também descartou os comentários feitos pelos EUA de que o Irã - inimigo jurado de Israel - forneça armas e suporte militar ao Hezbollah, explicando que o governo do Teerã apenas apóia os braços políticos e morais do movimento extremista.Nesta quarta-feira de manhã, Ahmadinejad inaugurou um túnel que irá melhorar as rotas entre o empobrecido norte do Tajiquistão e a região da capital iraniana. O Irã se tornou um grande aliado das regiões que compunham a ex-União Soviética na Ásia Central, desde que essas nações conseguiram a independência com o colapso soviético em 1991.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.