Zohra Bensemra/Reuters
Zohra Bensemra/Reuters

Ahmadinejad diz que Oriente Médio impedirá nova geopolítica

Presidente iraniano critica esforços americanos para acordo de paz entre Israel e seus vizinhos

AE-AP, Agência Estado

18 de setembro de 2010 | 14h14

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, disse neste sábado que os países do Oriente Médio vão "impedir" os planos dos Estados Unidos e de Israel de mudar a geografia política da região, criticando os esforços dos norte-americanos de formarem um acordo de paz regional entre os israelenses e seus vizinhos. Ahmadinejad fez os comentários durante uma breve parada na Síria, onde conversou com o presidente Bashar Assad.

O encontro de Assad com o presidente do Irã acontece apenas dois dias após ele se reunir com enviado especial dos EUA para o Oriente Médio, George Mitchell, para discutir o início das negociações de paz entre Síria e Israel. Isso mostra a batalha por influência entre os governos de Teerã e Washington.

Ahmadinejad discorda da tentativa dos EUA de forjar um acordo de paz entre israelenses e palestinos e também de um acordo mais amplo entre Israel e seus outros vizinhos. "Aqueles que querem mudar a geografia política na região precisam saber que não terão lugar no futuro do Oriente Médio", teria dito o presidente iraniano, segundo a agência estatal de notícias IRNA. "A onda de países livres que querem aderir a essa resistência está aumentando todos os dias", acrescentou.

Antes de viajar para a Síria, o presidente iraniano disse que iria discutir com Assad sobre áreas importantes de tensão e conflito no Oriente Médio, incluindo Iraque, Líbano e territórios palestinos. "Nós precisamos estar preparados e unidos", comentou, sem dar mais detalhes.

Os EUA começaram a se reaproximar da Síria logo após Obama assumir o cargo. O presidente permitiu várias aberturas para o país, inclusive nomeando o primeiro embaixador dos EUA lá desde 2005, e mandando importantes diplomatas para se encontrar com Assad.

Mitchell disse durante sua visita à Síria na última quinta-feira que estava determinado a estabelecer uma paz abrangente no Oriente Médio e que os esforços dos EUA para resolver os conflitos entre israelenses e palestinos não contrariam as negociações de paz entre Israel e Síria. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Oriente MédioMahmoud Ahmadinejad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.