Ahmadinejad diz que vírus prejudicou programa nuclear

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, admitiu hoje que o programa nuclear do país foi afetado recentemente por um vírus de computador. Em entrevista concedida hoje, Ahmadinejad disse que um número limitado de centrífugas foi afetado pelo vírus Stuxnet. "Conseguiram nos criar problemas em um número limitado de centrífugas. Felizmente, nossos especialistas reverteram o problema", disse Ahmadinejad.

AE, Agência Estado

29 de novembro de 2010 | 19h52

Antes da admissão de hoje, o Irã vinha negando que o vírus tivesse afetado as centrífugas. Na semana passada, a Agência Nacional de Energia Atômica (AIEA) informou que o país havia interrompido seu programa de enriquecimento de urânio em meados deste mês por razões não identificadas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãvírusprograma nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.